Habemus frango!

Tudo o que eu queria naquele sábado era um frango assado. Já tinha pintado o cenário na minha cabeça: iríamos “passar a tarde em Itapuã, ao Sol que arde em Itapuã, ouvindo o mar de Itapuã, falar de amor em Itapuã”, como diriam Vinícius e Toquinho. E também faríamos um piqueninque à sombra de Itapuã! O frango assado com farofa era irremediavelmente parte da minha fantasia, e o programa não seria completo sem eles.

Na sexta anterior fizera um calor pré-apocalíptico em Porto Alegre. A previsão para o sábado, então, era uma só: shopping com ar condicionado. Ou… a la playa! Mas eu não queria ir para uma praia, praia qualquer… O calor impiedoso era a desculpa perfeita para realizar o pequeno antigo sonho de conhecer a Itapuã daqui, o Parque Estadual de Itapuã.

Com a geladeira de isopor cheia de sanduíches e frutas, sucos e cervejas, nossa “excursão” partiu no finalzinho da manhã de sábado – éramos Edu e Ila e os pais dela, Gringo e eu. Itapuã fica distante uns 60 km de Porto Alegre, passando Viamão. Mas sabe como é, conversa daqui e dali e ninguém tratou de anotar direito o trajeto… Recorremos ao tradicional e infalível boca-a-boca, e assim chegaríamos.

Confesso: nunca desejei tanto me perder pelo caminho. Quanto mais voltas déssemos, maiores as chances de encontrar um local para comprar um frango assado honesto. Daqueles, de televisão de cachorro. Daqueles com a pele dourada. Daqueles cujo cheirinho tão gostoso deveria ser imitado num aromatizador de ambientes.

Farofada na praia sem frango assado com farofa é uma heresia, não é?habemus frango assado

Depois de algumas tentativas frustradas… Habemus frango! Encontramos o nosso frango assado num boteco uns 15 km antes de chegar ao parque. Ele veio acompanhado por uma polentinha de casquinha crocante e recheio molinho. No mercadinho em frente conseguimos farofa. Viva!

Ser bem feliz às vezes é bem simples.

O Parque Estadual de Itapuã é uma área protegida pelo governo desde 1991. É uma jóia! É lá que o Lago (ou o “rio”) Guaíba encontra a Lagoa dos Patos, um encontro outrora sinalizado pelo Farol de Itapuã – uma linda construção de 1860 que a gente só pode ver de longe, longe…

farol (2)

Dizem que nos morros do parque ocorreram batalhas da Revolução Farroupilha, e muito sobre a história e sobre os pequenos habitantes do local a gente aprende numa belíssima exposição de artefatos e fotografias no Centro de Visitantes.

A visitação é bem controlada, com limite de 350 pessoas por dia. Sábia medida.

Fomos à Praia da Pedreira, que estava aberta naquele fim de semana. A infra é ótima: estacionamento, banheiros limpos, churrasqueira, vigilância. Agendando, é possível fazer caminhadas guiadas pelas trilhas.

trapiche Itapua (2)

Nos acomodamos debaixo de algumas árvores e aquela ideia de paraíso se materializou. A água estava uma delícia, uma “piscina” com ondinhas leves e tranquilas e temperatura perfeita! De dentro d’água, olhando para o parque, imagino como seria a visão de um náufrago que chega a uma ilha deserta e encontra aquela vegetação exuberante.

Com o frango, a polenta e a farofa o programa estava completo. Deliciosamente completo!

Foi uma tarde maravilhosa, “sem ontem, nem amanhã”.

nos no trapiche

********

O Parque Estadual de Itapuã foi uma das lindezas que vi em 2012. Um ano que me deixa marcas…

(Faça uma pausa. Imagine os primeiros acordes de um tango. Esse será o fundo musical para a leitura dos próximos parágrafos.)

Como lembrança de 2012 tenho um “ferimento de batalha” conquistado numa esquina de Buenos Aires.

Eu atravessava uma rua e, como de costume, olhava para cima, mais preocupada em admirar a beleza da arquitetura da capital argentina do que em evitar ser atropelada por um afoito motorista porteño. Pois quem me atropelou foi o meio-fio, que correu imprudentemente em minha direção! E em segundos lá estava eu de joelhos no chão…

Lembrarei da viagem sempre que eu olhar para a cicatriz… Lembrarei dos nossos tangos, milongas, migas y medialunas.

********

Por isso, se eu fosse resumir o que desejo em 2013, para mim e para você, seria isso: frango assado e joelho esfolado. (Tá, o joelho esfolado pode ser apenas no sentido figurativo…)

Simples assim.

pes no trapiche

Anúncios

4 respostas em “Habemus frango!

  1. Amei amiga, tu é tinhosa, disseste tudo, o grande lance são as pequenas coisas, simplicidade… Feliz 2013, tudo de bom e bonito para nós!
    beijão amiga

  2. Como sempre me emociono e sorrio com tuas maravilhas!!! Sempre que estamos em alguma praia lembro de ti e neste momento também quero um franguinho douradinho!!! Tudo de melhor em 2013 amada da mami!!!

  3. Que coisa boa uma bela farofada dessas, né? Ainda mais com as pessoas que a gente quer sempre por perto, e num lugar lindo desses! Na próxima me convida!!! Falando em convite, quando puderes, dá uma olhada no blog que eu criei pra enfiar os textículos que eu cometo de vez em quando: http://www.etereaslinhas.blogspot.com. Beijooo!!

E tu, o que me dizes?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s